Fotos de barcos veleros antiguos


 Confira neste post um roteiro de 2 a 3 dias por Capri + Costa Amalfitana ( Sorrento e Positano ) com as sugestões do que fazer em Capri, Sorrento e Positano.

A Costa Amalfitana é um destino fantástico e reserva muitas surpresas aos turistas, de modo que apenas 2 ou 3 dias representam um período muito de curto para aproveitar o melhor da região.

Mas, a verdade é que muitos viajantes não têm disponibilidade para explorar a Costa Amalfitana com calma e acabam fixando base em apenas uma cidade e fazendo passeios de bate e volta para outras cidades.

Se este for o seu caso, saiba que este post foi escrito especialmente para você, com as dicas do que fazer em 2 ou 3 dias, partindo do pressuposto que a base de hospedagem será a magnífica ilha de Capri.

O roteiro foi feito com base nas atrações mais famosas e procuradas dos destinos, mas você fotos pode alterar a programação conforme o seu perfil, disponibilidade de tempo e orçamento.

 

 

Ao desembarcar na Ilha de Capri, mais especificamente na Marina Grande, siga para fazer check in no hotel e depois volte para o porto.

Em Marina Grande você irá encontrar bilheterias e agências vendendo passeios marítimos em Capri e pode comprar a sua passagem lá mesmo

A verdade é que nenhuma viagem a Capri pode ser completa sem dar uma volta ao redor da ilha, passeio conhecido como “giro dell’isola” para conhecer de perto a fantástica costa rica de grutas e enseadas.

 

Os tours organizados são excelentes opções para quem tempo pouco tempo, duram cerca de 2 horas e custam 20 euros. Já o aluguel de uma embarcação, com ou sem marinheiro, é a melhor opção para quem quer curtir o mar de Capri sem pressa e custa cerca de 150 euros.

Os passeios de volta à ilha contemplam a visita à Marina Grande, A estátua do Scugnizzo, Gruta do Cora, Gruta Branca, L’Arco Naturale, Villa Malaparte, Os Faraglioni, A baía de Marina Piccola, Gruta Verde, Farol de Punta Carena e Gruta Azul.

Isso mesmo, o passeio é uma excelente forma de ter uma visão panorâmica da ilha e você certamente vai ficar espantado com a beleza do local. Ao desembarcar, não deixe de passar para conhecer a feirinha e o comércio do porto.

Depois, aproveite para almoçar no centro de Capri e siga para a próxima aventura: o Monte Solaro.

 

A forma mais simples de chegar no Monte Solaro é através do teleférico que te leva ao topo em 12 minutos e parte da praça Vittoria de Anacapri. O ticket de ida e volta custa 11 euros e o de ida 8 euro.

Para chegar lá. pegue o ônibus de Capri e desça no ponto de Anacapri ( preste atenção, pois o motorista irá gritar “Anacapri”), a poucos metros da entrada do teleférico e de lá suba as escadarias até o local.

O Monte Solaro é chamado também de “Acchiappanuvole”, em português “pega-nuvens”. Isto porque, ao amanhecer,  quando aumenta a diferença térmica entre o mar e as rochas, se forma uma cortina de vapor no monte no formato de coroa de nuvens, deixando o local com um ar misterioso e único.

Para descer, você pode escolher voltar de teleférico ou caminhar, passando por duas outras atrações incríveis no meio do caminho.

Uma dela é a área de Cetrella, constituída de uma pequena igreja, com uma torre, sacristia e uma pequena cúpula que foi adicionada no século XVII. Este foi um lugar para retiro espiritual, onde moravam os eremitas que pertenciam a ordem dos Franciscanos e dos Dominicanos.

No complexo existem algumas celas, uma ampla e bem equipada cozinha, banheiros e um horto e na Igreja de Santa Maria de Cetrella existe uma capela e a imagem de S. Maria conservada ao seu interno é especialmente querida pelos marinheiros de Anacapri que, no passado, quando a colheita de coral os levava para longe da ilha, costumavam subir em peregrinação até a igrejinha de Cetrella antes das perigosas expedições.

Ainda no caminho, você poderá visitar a castelo do Barbarossa, erguido sobre as rochas a nordeste de Anacapri, em um dos picos menores do imponente Monte Solaro.

Neste loca, foram encontrados os restos do Castelo Barbarossa, o qual se encontra a 412 metros acima do nível do mar e sobre o qual não se sabe ao certo o período de construção do castelo, podendo ser entre séculos X e XII. Vale a pena passar para conhecer.

Na base do monte, você poderá aproveitar a oportunidade para desbravar Anacapri, a irmã mais original de Capri, que consera o seu lado tradicional.

 

Anacapri é a segunda maior cidade da ilha, atrás apenas de Capri e tem um centro histórico super interessante, que merece um passeio com calma pelas ruelas floridas e pela praças.

Se ainda estiver cedo, ao sair da Piazza Vittoria, que leva ao teleférido do Monte Solaro, siga pela Via Capodimonte, a rua que leva ao Museo di Villa San Michele e a um ponto panorâmico com vista para o Golfo de Nápoles.

Se já estiver anoitecendo, siga pela Via Giuseppe Orlandi, uma rua exclusiva para pedestres que atravessa o centro histórico de Anacapri.

No caminho, passe na Casa Rossa “Casa Vermelha”, uma singular construção que engloba diversos estilos arquitetônicos, a qual pertenceu ao coronel americano John Cay H. Mackowen, que desembarcou na Italia logo após a guerra civil americana e se estabeleceu em Anacapri até 1899.

No interior da Casa Rossa foi organizada uma mostra permanente chamada L’isola dipinta, onde se pode apreciar imagens de Capri com suas tradições e hábitos quotidianos no período entre o século XIX e XX. Além disso encontram-se também três estátuas romanas encontradas entre 1964 e 1974 na Gruta Azul.

Não deixe de conferir a Igreja de San Michele, do lado esquerdo encontra-se a praça San Nicola. Trata-se de uma igreja barroca dedicada a San Michele Arcangelo construída entre os séculos XVII e XVIII em um complexo das Teresianas, do qual fazia parte.

É uma igreja com a planta octogonal em forma de cruz grega famosa pelo pavimento em mosaico onde estão representados Adão e Eva no Paraíso Terrestre produzido em 1761.

De lá, siga para a praça Armando Diaz, onde costumavam acontecer reuniões públicas e onde ainda hoje se encontram os habitantes de Anacapri, sentados em bancos de mosaico pintados a mão.

Em frente a praça você irá encontrar a Igreja de Santa Sofia, erguida em 1510 para substituir a antiga paróquia de S. Maria di Costantinopoli. A igreja conta com duas capelas do final do século XVII e duas torres construídas no século XVIII.

De Anacapri, pegue um ônibus ou um táxi até o centro de Capri para finalizar o dia desbravando a região e jantando em algum restaurante incrível.

 

É na Piazza Umberto I, mais conhecida como Piazetta, que o movimento de Capri está concentrado.

No passado, a Piazzetta era centro da vida local, sede do mercado de verduras e do peixe e em 1938, o jovem caprese Raffaele Vuotto colocou algumas mesinhas e a Piazzetta ganhou um caráter mais animado. Desde então, o local representa o que há de melhor na ilha e você não pode deixar de explorar os seus detalhes.

A melhor forma de conhecer esta região é caminhando sem o mapa na mão, deixando-se levar pela atmosfera contagiante do centro e se quiser, parar em um café, lanchonete ou experimenta um apperitivo italiano.

E um passeio super tranquilo e muito agradável para curtir com os filhos, em lua de mel ou até em uma viagem mais despretensiosa com os amigos. Sem dúvidas, não pode ficar de fora do seu roteiro!

 

 

Viajar para Capri e não fazer uma visita a Sorrento é uma verdadeira heresia, até porque a viagem entre as ilhas é super rápida e é possível fazer o percurso através de diversas agências que oferecem “tour all inclusive” ou até mesmo por conta própria.

A viagem de Capri a Sorrento dura apenas 1 hora e é super prática, com diversos horários ao longo do dia ( exceto no inverno ).

Não é necessário reservar ou comprar a passagem com antecedência, exceto se estiver planejando viajar em feriados ou nos meses de julho e agosto, pois há muita procura nestes períodos.

Há a opção de viajar de balsa (tragheto) e barco rápido (aliscafo), sendo a balsa é mais barata e mais lenta do que os barcos rápidos. Vale a pena optar pela balsa se você quer economizar e se você costuma enjoar no mar.

 

Comece o seu passeio na Piazza Lauro, a praça mais moderna de Sorrento e de lá siga pela Corso Italia até chegar na Piazza Tasso, a principal praça de Sorrento.

Aproveite para admirar esta bela praça ou pare para um café e depois faça um pequeno desvio e suba alguns metros no Viale Enrico Caruso e admire o panorama do Vallone dei Mulini, o Vale dois Moinhos.

Saiba que a Piazza Tasso foi construída em um pedaço desse vale que fica entre as colinas de Sorrento e o mar e para confirmar esta afirmação basta dar uma olhada nas ruínas do moinho do lado da carpintaria no vale.

Da Piazza Tasso continue passeio pela Corso Italia, a rua das lojinhas e do movimento em Sorrento e nesta rua você encontrará a Catedral de Sorrento, a qual merece uma visita.

Siga caminhando até o final da rua e depois volte para o centro explorando as vielas da cidade, sem roteiro certo, apenas aproveitando a atmosfera do local.

Então, siga pela Via San Cesareo, uma rua antiga da época do ocê vai chegar no Sedil Dominova, o antigo ponto de encontro dos nobres da cidade e hoje sede da Società di Mutuo Soccorso.

Assim que você chegar lá pode começar a descer pela Via Reginaldo Giuliani e vai chegar na entrada da Villa Comunale com a igreja de São Francisco à sua direita. Vale super a pena visitar o claustro de 1300, onde geralmente acontecem mostras fotográficas.

Saindo do claustro, faça um passeio na Villa Comunale com direito ao famoso clique com a Costa Sorrentina e o vulcão Vesúvio no fundo. Depois você pode descer a pé até o porto, onde estão os beach clubs da Marina, ou pode pegar o elevador até lá.

Nós recomendamos que você continue o passeio até a Piazza Vittoria, outro lugar com uma incrível vista panorâmica e siga a rua que vai até o vilarejo de pescadores de Marina Grande, um local perfeito para

Marina Grande é o lugar perfeito para almoçar. Existem muitos restaurantes à beira mar, todos especializados em comida italiana a base de peixe e frutos do mar.

Se estiver planejando passar o dia todo em Sorrento, siga para conhecer as belas praias da região, mas saiba que as mais bonitas com o mar mais transparente estão fora do centro, mas com um pouco de esforço é possível visitar locais paradisíacos. As melhores opções para um bate e volta são:

Praia de Marina Piccola em Sorrento – Para chegar, pegue um elevador saindo da Villa Comunale, nos arredores da Igreja de São Francisco, existe um elevador. Uma alternativa é descer as escadarias a pé da Piazza Tasso.

Praia de Marina Grande em Sorrento – É possível chegar a pé saindo da Piazza Vittoria ou de ônibus.

Se tiver apenas dois dias, pule a parte da praia e siga direto de Sorrento para Positano. Se tiver três dias, siga de Capri direto para Positano no 3º dia .

Não se esqueça que estes trajetos de barco não estão disponíveis durante todo ano, por isso, antes de planejar a sua viagem, dê uma olhada nas rotas e horários disponíveis com antecedência.

Além do barco, é possível fazer a viagem de trem e ônibus entre Sorrento e Positano.

 

A cidade de Positano é uma das mais peculiares e belas do mundo e chama a atenção por ter sido construída em cascata em uma encosta, voltada para o mar.

Positano parece estar perdida no meio das montanhas e é bem pequena, mas reserva muitas surpresas para os seus visitantes. Seu colorido é avassalador, mesmo para aqueles que já visitaram este paraíso outras vezes.

Reza a lenda que a cidade tenha sido fundada no século IX ao redor de uma abadia beneditina e depois ampliada com a chegada dos habitantes de Paestum, aterrorizados com as invasões dos Saracenos na Costa Amalfitana.

Em 1268, quando foi saqueada pelos Pisanos, ela mudou completamente a forma urbanística favorecendo o aspecto defensivo, de forma parecida com Amalfi, com ruas estreitas, casas no alto das rochas, fortes e torres de vigilância, no bom estilo romano.

No século XVIII começou uma fase de esplendor graças ao porto e o tráfego de mercadorias, mas após a unificação da Itália e com as novas rotas comerciais, teve início uma nova fase de declínio a ponto que a cidade se transformasse em uma pobre aldeia de pescadores que começaram a emigrar em massa para os Estados Unidos.

Por ironia do destino, hoje, Positano atrai milhares de turistas endinheirados de todas as partes do mundo, que vêm admirar a cúpula de majólica colorida da Igreja de Santa Maria Assunta, que domina o horizonte, não importa onde você esteja.

Ter um roteiro certo em Positano não é uma boa ideia, pois a graça mesmo é se perder pelas ruelas charmosas e de alguma forma encontrar o seu caminho 🙂

Mas, não deixe fora do roteiro um passeio pela Sponda, rodeada de ruas pequenas e atraentes, onde se pode encontrar diversos artigos de praia, as sandálias rasteiras típicas do local e claro, o Limoncello, o licor do limão típico da região.

Desça no caminho da Praia Grande, que representa o coração desta aldeia de pescadores e que com seus quase 300 metros de comprimento é uma das maiores da Costa Amalfitana, além de ser uma das mais badaladas, frequentada por artistas, atores e pelas pessoas mais ricas do mundo.

No caminho, não deixe de passar na Igreja Santa Maria Assunta, que em seu interior apresenta a imagem da Madonna Nera do século XVIIII, de inspiração bizantina.

Se estiver passando o dia em Positano, não deixe de percorrer o Caminho dos Apaixonados, uma trilha romântica e belíssima entre o mar e a montanha que vai do píer de barcos da praia Grande até as prainhas de Fornillo.

A Praia de Fornillo é o lugar perfeito para quem prefere uma praia mais tranquila e silenciosa do que Marina Grande e para chegar lá você também pode optar por ônibus da companhia Sita e, no verão, também transfer via mar das principais companhias marítimas.

Ao final do dia, volte para o porto e pegue um barco para Capri ou para seu destino final.

 

Gostou das dicas? Planeje a sua viagem através dos links indicados e ajude o blog com uma pequena comissão. Obrigada 🙂

– Reserve já seu hotel com ou se preferir, reserve seu hotel através da

– O seguro viagem é item importante para a sua viagem, sendo obrigatório para os países da Europa. e pague em até 6x sem juros. e ganhe 15% de desconto comprando através do blog

– Já conhece o Airbnb? – é grátis!

– Compre os ingressos com antecedência e evite filas. e

– Vai viajar de carro?, a melhor plataforma para comparação de preços entre as empresas de aluguel, com o melhor serviço de atendimento ao cliente

– Passagens aéreas, hotéis e pacotes baratos na

– Roteiros Personalizados: Se preferir, e entre em contato através do email



Related News


Fotos de caballitos del mar
Fotos de mujeres desnudas com
Fotos de cabelos afros com luzes
Melhor editor de fotos gratuito
Editor de fotos pixlr express descargar